Terça-feira, 4 de Março de 2008

Zebra

Nome científico: Equus burchelli antiquorum

Imagem:Zebra de Grevy.JPG

Distribuição
As zebras habitam uma grande região, que vai da zona central do continente africano até ao extremo Sul do mesmo.
Juntamente com o gnu, é dos animais mais bem sucedidos da savana africana. Existem às centenas de milhar, espalhados por vários países, e nem as guerras que durante dezenas de anos martirizaram esta zona conseguiram pôr em risco a sua sobrevivência.
As zebras são herbívoras que vivem em grades manadas, pastando livremente pela savana. São das presas mais apetecíveis para leões, hienas e cães selvagens.
As riscas das zebras são características de cada animal, são como uma impressão digital que identifica cada indivíduo da espécie. Estas riscas servem como camuflagem para os predadores uma vez que, quando a manada está em movimento, as riscas destes animais provocam ilusão de óptica aos predadores que não conseguem assim identificar e isolar um animal. Mesmo assim, são caçadas aos milhares na savana africana, principalmente nas emboscadas montadas pelas leoas, que apanham cada animal que passa na sua zona e não o persegue individualmente.

A grande viagem
Todos os anos as zebras sentem o apelo da grande viagem pelo Serengueti. Quando chega a altura desse empreendimento, juntam-se às centenas de milhar e, juntamente com os gnus, partem para a grande caminhada para Norte, em busca de água e pastos mais verdes onde podem comer melhor, quer em quantidade, quer em qualidade.
Algumas, são vítimas dos predadores terrestres, outras, são vítimas da longa viagem, e outras ainda, dos crocodilos.
Gestação
As zebras têm uma gestação de aproximadamente 360 dias, da qual nasce por norma uma única cria. Só muito raramente acontecem partos múltiplos.

Peso, tamanho e longevidade
Uma zebra pode medir 2,20 m, ter 1,40 m de altura e pesar mais de 200 kg. A sua esperança de vida ronda os 30 anos.

publicado por Animais-do-Mundo às 14:16
link do post | comentar | favorito
|

Leão

 

O Leão (Panthera leo) é um grande felino, originalmente encontrado na Europa, Ásia e África. Tais felinos possuem coloração variável, entre o amarelo-claro e o castanho-escuro, com as partes inferiores do corpo mais claras, ponta da cauda com um “monte” de pêlos negros (que encobrem um esporão duro, para espantar moscas) e machos com uma longa juba.

Os leões vivem especialmente nas savanas, onde caçam principalmente grandes mamíferos, como antílopes, zebras e javalis; entretanto um grupo pode abater um elefante que esteja só. Também é frequente o confronto com hienas, estando estas em bandos ou não, por disputa de território e carcaças.

O leão é apelidado de o rei dos animais por sua imponência, força e bravura. São os únicos felinos sociáveis do mundo, um grupo pode possuir até quarenta indivíduos, composto na maioria por fêmeas.

O peso do Leão varia entre as subespécies, num intervalo de 150 kg a 250 kg, raramente ultrapassando esse peso na natureza. As fêmeas são menores, pesando entre 120 kg e 185 kg. Quando têm crias, os machos e as fêmeas têm a mesma aparência, no decorrer do crescimento, os machos adquirem as jubas. Chegando à maturidade sexual, os machos novos optam por viver sozinhos ou disputar a liderança do grupo.

publicado por Animais-do-Mundo às 14:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Girafa

Nome científico: Giraffa camelopardalis

 


Distribuição
As girafas podem ser encontradas em todo o território do Centro e do Sul do continente africano.
Gosta de viver nas estepes e savanas, em amplos espaços, onde pode usar a sua maior arma, a velocidade. Para se defender só pode dar coices que, apesar de serem mortais se acertarem em alguém ou algum animal, são difíceis de aplicar quando corre em confusão.
O facto de ter de se agachar para conseguir beber água, faz com que a girafa seja extremamente vulnerável nessa altura e então os seus predadores, os leões, não perdem a oportunidade. Por esse motivo, as girafas vivem em grupos familiares que podem ter até 10 elementos e, destes, um dos adultos está sempre alerta enquanto os outros descansam, bebem água ou se alimentam, e estes animais têm um olfacto e visão dignos do seu tamanho!

Alimentação
Os longos pescoços e patas das girafas permitem que estes herbívoros comam só as folhas das copas das árvores, que são inacessíveis para outros animais, podendo aí escolher as folhas mais verdes e tenras.
Nas girafas, o macho é significativamente maior e mais robusto que as fêmeas, sendo por isso relativamente fácil distingui-los.



Gestação
O tempo de gestação das girafas ronda os 420 dias, nascendo posteriormente uma única cria, que é amamentada pela mãe. Ao resto do grupo cabe o papel de proteger a cria dos predadores, e as pequenas girafas têm alguns, entre eles o leão, a chita, a hiena e os cães selvagens africanos.

Tamanho e peso
Uma girafa adulta pode medir 4,00 m de comprimento, 6,00 m de altura e pesar cerca de 1200 kg.

publicado por Animais-do-Mundo às 14:13
link do post | comentar | favorito
|

O Elefante

O elefante africano macho é actualmente o maior animal terrestre, podendo atingir 3,5 metros de altura e 5,5 toneladas de peso. A sua pele é tão dura que resiste praticamente a quaisquer garras. A fêmea tem uma gestação de 22 meses. A cria, porém, é muito vulnerável e a mãe, com a ajuda dos outros membros da manada, protegem a cria, investindo contra qualquer animal que ameace incomodar. Encontra-se em África, na Ásia tropical e no arquipélago de Sunda. As suas defesas, que chegam a pesar 100 quilos, fornecem todo o marfim, principal motivo da sua caça, que é objecto de comércio e é manufacturado, especialmente na China e no Japão. É herbívoro, de uma cor castanha acinzentada, e vive em grandes manadas. Animal facilmente domesticável, principalmente o da Ásia (que tem as orelhas mais pequenas) é, mercê da sua inteligência e força, utilíssimo em transportes em zonas inacessíveis, e muito utilizado em espectáculos de circo.  
Os elefantes bebem cerca de 200 litros de água por dia e comem entre 150 e 300 kg de vegetais. Regularmente ingerem também terra rica em sais minerais, complementando a dieta, de modo a evitar carências alimentares.  
Vive até aos 150 anos.

publicado por Animais-do-Mundo às 14:12
link do post | comentar | favorito
|

Avestruz

Nome científico: Struthio camelus

Distribuição
Esta espécie pode ser encontrada em África, na zona subsaariana entre linha do Equador e o Trópico de Caranguejo, desde a Costa Ocidental do continente até à Costa Oriental.

Alimentação
As avestruzes são omnívoras, alimentando-se principalmente de ervas e capim (erva). Os pequenos insectos também fazem parte do menu desta espécie, principalmente as formigas e os gafanhotos, que podem ser encontrados com muita frequência nesta zona do continente.

Estado de conservação
Pouco preocupante, o número de aves desta espécie tem-se mantido estável e, em algumas zonas, até aumentou ligeiramente.
Estas aves vivem normalmente em grupos que têm entre 3 e 5 elementos.

Reprodução
O macho faz um ninho no chão onde as várias fêmeas do seu harém põem os ovos, cerca de 15 cada uma. Terminada a postura, os ovos são chocados pelo macho durante a noite e pelas fêmeas no período diurno, durante cerca de 42 dias (o dobro das galinhas, por exemplo). Os ovos desta espécie podem pesar até 1,5 kg e medir 15 cm.

Tamanho
As avestruzes medem entre 1,8 e 2,5 metros e pesar 130 kg, são as maiores aves existentes no planeta. Não voam, mas correm a grande velocidade, podendo atingir um pouco mais que 60 km/h.

Longevidade
Esta ave tem uma esperança de vida que ronda os 60 anos.

publicado por Animais-do-Mundo às 14:09
link do post | comentar | favorito
|

A Chita

Nome científico: Acinonyx jubatus

Distribuição
As chitas podem, neste momento, ser encontradas no Centro e Sul do continente africano.

Solitária
Ao contrário de outros felinos africanos, a chita é um animal solitário, que só se faz acompanhar pelos filhos, se os tiver. Os irmãos também se mantêm juntos durante algum tempo após a mãe considerar que estão preparados para viverem sozinhos.

Velocidade
A chita é um animal extremamente veloz. Apresenta características morfológicas diferentes de outros felinos, nomeadamente, as suas unhas não são retrácteis, e todo o seu corpo é músculo moldado para ser um velocista, não utilizando a força como maior trunfo.
O seu tamanho corporal limita o tamanho das presas que a chita consegue caçar, mas a sua velocidade permite que apanhe presas que também sejam muito ágeis.
Sendo o animal terrestre mais veloz, chega a atingir os 110 km por hora, e nunca pode fazer corridas superiores a 10 segundos. Por este motivo, a chita tem de caçar à primeira, pois se falhar vai ter de esperar até que a sua temperatura volte ao normal para poder voltar a perseguir uma presa. Assim, a chita escolhe uma vítima em campo aberto, e vai lentamente tentar uma aproximação, alheando-se de todos os outros animais, para aumentar a probabilidade de sucesso. Se chegar ao ponto de achar que vai ser bem sucedida, tentará então um ataque de surpresa.
As prezas favoritas das chitas são as gazelas e impalas, que consegue arrastar com facilidade e que permitem não sofrer muitos danos físicos, se eventualmente falhar.

Perigos
Dada a sua estatura e o facto de viver de forma solitária, a chita encontra muitos carnívoros, nomeadamente as hienas, que sistematicamente vão tentar levar a sua presa. Então, quando caça, leva a presa para uma zona mais protegida e de onde possa observar os movimentos em seu redor para mais facilmente poder defender-se.

Reprodução
As chitas têm ninhadas de dois ou três filhotes, e a gestação dura cerca de 90 dias. A mãe amamenta as crias em exclusivo até estas terem cerca de 60 dias, depois e até aos seis meses caça sozinha para eles e por volta dessa altura começa a ensiná-los a caçar. Até aos dois anos, caçam e vivem juntos, e quando a mãe acha que estão preparados para sobreviver sozinhos, desaparece para nunca mais voltar. As jovens crias permanecem ainda juntas durante alguns meses, mas progressivamente vão-se afastando e criando os seus próprios territórios de caça.

Tamanho, peso e esperança de vida
As chitas medem em média 1,30 de comprimento, 75 cm de altura e pesam cerca de 50 kg.
A sua esperança de vida é de 20 anos.

publicado por Animais-do-Mundo às 13:50
link do post | comentar | favorito
|

.Voltar à página principal

.posts recentes

. Zebra

. Leão

. Girafa

. O Elefante

. Avestruz

. A Chita

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.mais sobre mim

.arquivos

. Março 2008

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds